Jump to content

Vianna

Member
  • Content Count

    83
  • Donations

    0.00 BRL 
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

44 Sábio

About Vianna

  • Rank
    Ancião

Profile Information

  • Genre
    Masculino
  • Cidade / UF
    Rio

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Vianna

    Dubugras

    ta bom mas e as namoradinha
  2. Vianna

    ROBrowser vemk'

    O pior depois do i5550, aquela coisinha que vai ficando lerda com o tempo mesmo se você nunca conectar ele na internet e atualizar nada.
  3. Vianna

    ROBrowser vemk'

    Mas Amanda, tá cada vez mais difícil traçar a linha... Por exemplo, o Rdio, o Atom Editor, o Popcorn Time, o Thunderbird, o Songbird são ~aplicativos desktop~ que usam engines de browsers (Chromium e Firefox) pra basicamente tudo (com HTML, CSS e Javascript), assim como vários aplicativos pra Windows 8 e 8.1. A diferença de performance do WebGL e OpenGL é praticamente desprezível, a não ser que você esteja programando o próximo Metro 2033. Os jogos raramente utilizam 100% do potencial de um core da sua CPU, que é onde o Javascript perde pra as linguagens mais tradicionalmente usadas pra jogos AAA. Só temos essa impressão, de que os jogos em WebGL não são comparáveis aos nativos, porque não tem nenhum jogo AAA em WebGL (ou, sei lá, nenhum jogo com sucesso comercial).
  4. vocês tão muito revoltados por nada. a LUG tem profissionais pra saber o que dá lucro e o que não dá. e é claro que eles vão pensar em maximizar o lucro, afinal é só nisso que os investidores dela pensam, aqueles caras de terno que não tão nem aí pra videogame. vocês tem sorte de o Ragnarok ainda estar sendo published por alguém aqui no Brasil. eu não sou ninguém pra falar isso, mas eu tenho certeza que o bRO não dá muito lucro assim. e pra tankar isso tem que ser uma empresa grande tipo a LUG. se eu fosse uma empresa com infraestrutura e dinheiro pra publish o Ragnarok oficialmente no Brasil no lugar da LUG, eu não ia querer nem fodendo: eu ia desapontar geral, porque eu não teria tanta autonomia quanto qualquer private aí, ia gastar muito dinheiro e no final o jogo ia ser praticamente a mesma coisa, fora a publicidade ruim que iria atrair. "ah, mas o GameGuard da nProtect é um lixo, qualquer programadorzinho daqui faria um melhor.", mas o programadorzinho não vai ser burro de cobrar menos que a nProtect cobra pelo GameGuard, não é mesmo? qual o motivo que a LUG tem pra investir no bRO? se o lucro não justifica, seria só pra não desapontar os players. quantos aqui vão boicotar a LUG nos próximos games dela só porque o bRO é péssimo? é, exatamente, poucos. e vocês não vão pagar o que ela vai gastar. bem-vindo.
  5. tem o receptor pra o controle do xcaixa pra pc não?
  6. É só você fazer um sistema igual o do Gunbound, Grand Chase e todos os jogos praticamente fazem. Você tem que armazenar pelo menos 2 informações, o ID da instância e um número fictício da sala imutável por um período de tempo, pra que os usuários possam passar a sala pra os outros ("entra na sala 4 aí"). Você pode usar o index da array pra essa segunda informação. Então cria com o setd algo como: setd "$_sala" + .@index + "_id", .@instanceid; Você também armazenaria o tempo em que essa sala ficaria ativa. setd "$_sala" + .@index + "_expira", gettickcount(2) + .@tempo; Ao invés de ficar incrementando o índice pra cada sala (assim depois de, sei lá, 1 semana de server ligado sem parar, teríamos salas inicando no número 400), podemos determinar se um índice está livre vendo se ela já expirou em um loop. set .@index, 0; while((getd("$_sala" + .@index + "_expira") + $delay) > gettickcount(2)) set .@index, .@index + 1; Seria bom colocar um delay também, de uns 3 segundos, pra sei lá, garantir que vai tudo funcionar direitinho. O loop quebraria com o .@index sendo a primeira sala livre pra ser alugada. Assim você tem salas "renováveis" e sem limites de array =) Os jogadores falariam que querem alugar uma sala, e então você daria pra eles uma lista de mapas alugáveis (sei lá, com 3 mapas) e aí você ia criar uma instância desse mapa e armazenar nessa array. É exatamente pra "duplicar" os mapas que servem as instâncias. Você pode fazer 50 pronteras diferentes, com personagens e monstros diferentes em cada uma delas. Quando um usuário escolher que vai alugar uma sala de Prontera. O servidor automaticamente vai criar um mapa fictício chamado 001#prontera. Assim, o client mostrará a prontera original e ele só vai interagir com outros usuários que estejam nesse mesmo mapa (001#prontera). Quando a instância for destruída, esse mapa parará de existir. Os próximos aluguéis criariam 002#prontera, 003#prontera, e assim por diante.
  7. Instâncias ia ser muito bom. Eu lembro de ter alterado o código das instâncias nas branches pra elas deixarem de ser dependentes de grupos (como é no eAthena e no AEGIS). Se ninguém removeu ainda deve estar lá. Anw, acho que achei um glitch (posso estar errado, tô com muita dor de cabeça pra pensar nisso agora): se eu falar com o NPC, escolher uma sala e deixar lá a janela aberta, e outra pessoa for e escolher essa mesma sala e alugá-la (sei lá, por 10 minutos e com senha), eu posso voltar pra a janela e alugar a sala da pessoa por 1 minuto e sem senha, e 1 minuto depois a sala fecha e todo mundo volta pra prontera. Isso seria bem irritante ^^ Além disso, uma parte bem desotimizada: você tem uma variável pra o limite de pessoas no ranking, mas sempre consulta as primeiras 127 e descarta o que sobrar. Ah sim, você perguntou sobre o limite de instâncias. Há um limite de instâncias sim, se me lembro bem são 300. Mas se o problema forem os 127 elementos da array, só usar setd e getd e usar o índice no nome da variável.
  8. Vianna

    @fullreload

    Só usar o tutorial, não precisa do diff.
  9. Gabriel Manda Convite no Google + Meu Email: Brendo_g7_vl@hotmail.com

  10. Esse site que você postou do iRO Valkyrie é bem interessante. É um bot que fica registrando as lojas ._. Sobre o seu, gostei muito. Só achei que podia ser uma ideia mais original. Já vi servidores alguns gringos com esse suporte...
  11. Vianna

    Renewal

    Eu também me negava em usar o 3CeAM, mas eu acho que é muito mais viável corrigir o que já tem feito que refazer tudo do 0 enquanto adiciona as mecânicas e leaks do Aegis.
  12. Pra mudar só o do @refine, procure isso: refine = cap_value(refine, -MAX_REFINE, MAX_REFINE); E mude para: refine = cap_value(refine, -12, 12);
  13. Vianna

    Bloquiar Job

    É simples. Se você quer que somente uma classe possa usar, ache o valor dela na documentação (no caso dos monges é 0x00008000), então o valor será 0x00008000. Se você quiser que somente uma classe NÃO possa usar, ache o valor dela na documentação e subtraia (em hexadecimal) de 0xFFFFFFFF, então o valor será 0xFFFF7FFF.

Seja bem vindo ao Cronus-Emulator.
É sempre um prazer te-lo conosco.
Você pode visualizar nossas áreas de suporte para encontrar suas soluções sem a necessidade de se registrar!
Registrando em nossa comunidade, você poderá conhecer mais sobre nosso projeto, criar tópicos, responder tópicos existentes, baixar milhares de recursos em nosso sistema de downloads, participar de nossa comunidade, customizar seu perfil e muito mais... Se você já possui uma conta, faça seu login - ou crie uma conta. Também temos integração com Google+ e Facebook.

×
×
  • Create New...